CartazesDesignPublicidadeSustentabilidade

It’s not a game anymore

O designer Alexander Nedelev  criou a série de cartazes It’s not a game anymore para uma campanha voltada à devastação ambiental.

Nedelev se inspirou em três clássicos jogos arcade para refletir a agressividade de algumas atitudes no meio-ambiente, podendo provocar destruição e até extinção de algumas espécies: Pac Man, Space Invaders e Brick Breaker.

No entanto, ao invés de pontos, bloquinhos ou naves, o alvo da brincadeira é a natureza. Dessa maneira, a campanha alerta o público sobre os danos e impactos que pequenas atitudes podem causar, convidando-o a se engajar na causa.

Os cartazes vêm em tons de cinza, com a mensagem na parte inferior e destaque para as letras “It’s not me”.

matérias relacionadas

Moda e video game, combinação perfeita
Latas brancas da Coca-Cola por uma causa especial
Campanha Kit Kat

sobre o autor

isadora
perry clark
Redatora na Ana Couto Branding e Publicitária formada pela UFRJ, é interessada em tudo que envolva criatividade. Por isso, é uma fiel admiradora do Design, que adora ler e ama cinema. Sob uma perspectiva leiga mas exigente, pretende contribuir para a De2ign com tudo que encontrar de interessante, estranho ou divertido.



recomendamos

Structural Greetings

323 páginas

Editora Index Book, 2007
Inglês

sites recentes

Volta Ferrorama
Promocional
Paul Frank
Promocional
Pilot Handwriting
Tipografia
 
 
 

debate atual

Criação vs Produtividade

matérias randômicas

Três cores primárias
Dreams of flying
Ilustrações interativas
Cores, design e moda
SINAPS Conexões

flickr

www.flickr.com/de2ign

arquivo

creative license

Tirinhas exclusivas de N.C. Winters, traduzidas para o português.
Creative License #66 – Despedida Final

enquete

  • Desculpe, não há nenhuma enquete ativa neste momento.

feedback

Você tem alguma idéia ou sugestão
para melhorar nosso site? Nós queremos ouvi-lo! Queremos que a De2ign seja, cada vez mais, do seu jeito e com a sua cara!

newsletter

Assine a newsletter e receba nossas matérias por e-mail. É mole ou quer mais?

twitter

Ó nós aqui no Twitter...